a carregar...
Início » Historial
A CERCICAPER - Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptadas de Castanheira de Pera, surgiu em 1977, em instalações cedidas pela Fundação Bissaya Barreto.
Apesar de já na altura não serem as melhores, eram então as possíveis.
A ideia da criação da CERCICAPER surgiu de um grupo de professores do Ensino Básico, que em conjunto tentaram encontrar soluções para os alunos, que não acompanhavam o ritmo médio de aprendizagem do ensino regular.
Surgiu assim a Cerci, inicialmente com a vertente educacional.
Ainda que a escola especial tivesse a sua sede em Castanheira de Pêra, a área geográfica de intervenção abrangia os três concelhos: Castanheira de Pêra, Figueiró dos Vinhos e Pedrógão Grande, aliás como ainda hoje acontece.
Durante algum tempo esta valência foi suficiente para as necessidades sentidas. Com o decorrer dos tempos estava implícito um aumento da idade cronológica dos alunos.
Assim, as respostas existentes foram-se tornando insuficientes, havia que encontrar e lutar por arranjar alternativas para pôr cobro às necessidades sentidas.
Não descurando as respostas possíveis a nível estatal, procuramos as mais ajustadas à população da altura.
Assim, num espaço de quatro meses desenvolvemos esforços e colocamos em funcionamento mais duas valências, uma no âmbito do I.E.F.P. – Centro de Formação Profissional que teve o seu início em Maio de 1989 e outra da competência do Centro Regional de Segurança Social de Leiria - Centro de Apoio Ocupacional, que iniciou em Setembro de 1988, na altura com cinco utentes.
A Formação Profissional arrancou em instalações alugadas e o Centro de Apoio Ocupacional arrancou no edifício da sede da CERCICAPER, junto da vertente educacional.
Por algum tempo respiramos umas golfadas de ar puro.
Era nossa intenção mais do que encontrar outro tipo de respostas, a de pôr a funcionar convenientemente aquelas que já possuíamos.
Entretanto a lotação do C.A.O. gradualmente foi aumentando de cinco utentes passou para 7, depois para 13, depois para 23 e hoje funciona com uma lotação de 35 utentes.
Como nunca foi nossa intenção estagnar no tempo, depressa nos envolvemos e abraçamos a ideia de criar uma nova valência - Lar Residencial para Deficientes.
Alguns dos nossos alunos, dadas as suas condições sócio-económicas e culturais bem precárias, necessitavam de um acompanhamento durante 24 horas.
Depois de várias demarches, que se arrastaram por uns dois anos conseguimos finalmente em Outubro de 1993 arrancar com mais uma valência.
Para tal alugamos uma casa com as condições necessárias para podermos albergar 12 utentes, onde estivemos até Maio de 2005. Após o Centro de Actividades Ocupacionais ter mudado para o novo edifício construído de raiz, fizemos algumas obras de adaptação nas antigas instalações até há data ocupado pelo C.A.O. e transferimos o Lar para este espaço.
Consideramos no entanto que não é este o local ideal para suprir as necessidades dos utentes integrados. É nossa intenção construir um edifício de raiz para esta valência e aumentar a capacidade da mesma para 20 utentes para colmatar as necessidades de internamento sentidas no concelho, reduzindo a lista de espera para esta resposta.
Tínhamos então quatro valências e apoiávamos crianças e jovens desde a idade escolar até idades já avançadas.
Em Setembro de 1997 no âmbito do Programa “ Ser Criança “ desenvolvemos um projecto de intervenção precoce intitulado “ Crescer e Ser Feliz “  que apoiava crianças dos 0 aos 6 anos de idade com deficiência e/ou em situação de risco e suas famílias. Com este projecto alargamos a faixa etária de actuação da Cercicaper, iniciando-se no nascimento e nalguns casos durante a gravidez.
Este projecto terminou em 2000 e apesar de todas as diligências efectuadas, só em Dezembro de 2001 foi assinado um protocolo entre o Centro Distrital de Solidariedade e Segurança Social de Leiria para dar continuidade a este trabalho criando uma outra valência – Intervenção Precoce. Esta resposta surge a nível domiciliário.
Em Setembro de 1999 a CERCICAPER procedeu a uma alteração de denominação e de estatutos. Em relação á denominação passamos a ser Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados de Castanheira de Pera, em relação aos estatutos passamos a intervir não só junto á população portadora de deficiência, mas também a actuar no apoio a toda a população desfavorecida socialmente.
Em Abril de 2000, fomos equiparados a IPSS ( Instituição Particular de Solidariedade Social ).
No final do ano lectivo 1999/2000 terminou a valência educativa na instituição, por deixarmos de ter alunos (todos eles foram integrados no ensino regular ou noutras valências da Cercicaper). Para rentabilizarmos os recursos humanos afectos a esta valência - uma psicóloga e uma auxiliar com funções pedagógicas foi constituído um Centro de Recursos que funciona no agrupamento vertical da E.B. 2,3 de Castanheira de Pera.
Em Agosto de 2001 a Cercicaper foi credenciada pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional como Centro de Recursos do Centro de Emprego de Figueiró dos Vinhos. Toda a população com deficiência, desfavorecida socialmente, famílias de risco são encaminhadas para a nossa instituição. Aqui, com a intervenção de uma equipa técnica é feita a triagem, sempre que possível a respectiva colocação em posto de trabalho e o acompanhamento pós-colocação.
No dia 4 de Julho de 2002 foi inaugurado o Centro de Acolhimento Temporário para Crianças e jovens em Perigo dos 0 aos 12 anos com capacidade para 15 utentes, que iniciou o seu funcionamento em Dezembro do mesmo ano
Em Fevereiro de 2002 iniciamos a construção de novas instalações para o nosso Centro de Actividades Ocupacionais, que foi inaugurado em 21 de Maio de 2005.
Em termos de parcerias e de projectos concelhios fazemos parte, de vários projectos nomeadamente: Rede Social, Rendimento Social de Inserção, Centro Comunitário, Comissão de Protecção a Menores e Jovens em Risco e Concelho Municipal de Educação.
Cada vez mais trabalhamos em parceria e não de uma forma isolada. A nossa instituição está cada vez mais virada para o exterior, tendo sempre como objectivo uma vertente social.
A CERCICAPER actualmente posiciona-se como um parceiro social dinâmico e activo, que trabalha em interacção com outras forças vivas do concelho em várias áreas de acção, tendo como filosofia melhorar a qualidade de vida de indivíduos ou famílias a viver em situação de carência, quer sejam económicas, habitacionais ou laborais, quer sejam educacionais, culturais e sociais.


www.linkactivo.com