A CERCICAPER – CACI de mochila às costas – “Os Mochileiros”

Os “Mochileiros” do Centro de Atividades e Capacitação para a Inclusão (CACI) da CERCICAPER foram conhecer o Porto, na semana de 17 a 21 de Outubro, e vieram cheios de histórias para contar.
Na segunda-feira, partimos de Castanheira de Pera rumo a Serralves, onde passamos o dia. Começamos por ver a exposição de Rui Chafes no Museu de Arte Contemporânea, onde o artista português nos apresenta uma série de esculturas de ferro negro e nos coloca alguns desafios. Visitamos também a exposição de Joan Miró na Casa Serralves onde o artista surrealista nos presenteia com vários trabalhos com recurso à pintura, desenho, colagens e tapeçaria. Ainda tivemos a oportunidade de passear pelos jardins, quinta e pelo Treetop Walk onde andamos a caminhar entre as copas das árvores. Continuando a nossa viagem, seguimos o conselho da nossa guia de Serralves e fomos visitar o Jardim Botânico do Porto onde encontramos esculturas gigantes e pudemos entrar no mundo da “Alice no País das Maravilhas”.
A partir de terça fomos brindados com chuva, mas nem isso nos parou. Começamos a manhã no metro até aos Aliados, e passeamos pelas ruas até ao Jardim da Cordoaria. Antes do almoço subimos à Torre dos Clérigos, onde nos deparamos com uma das paisagens mais bonitas da cidade Invicta. Já de tarde, visitamos várias exposições do Centro Português de Fotografia, entre as quais: “A Luz da Infância”, uma exposição de fotografias do quotidiano familiar, dos anos 1901 a 1969; “Na Estrada do Surrealismo”, de Fernando Lemos, que se trata de uma série de retratos e fragmentos destacando a beleza, a irreverência e a poesia; “Perspetiva(s) sobre Uma Saúde”, fotografias que têm como objetivo a sensibilização para o tema da Saúde (humana, animal e ambiental); e ainda a “Sala da Memória”, onde se encontram apontamentos biográficos das figuras mais proeminentes, que em dois séculos de história passaram pela antiga cadeia. O dia terminou na Casa da Música, com o concerto do Quarteto de Cordas de Matosinhos.
Na quarta-feira foi um dia dedicado à água. De manhã estivemos no Pavilhão da Água, onde experienciámos atividades que abordavam temas relacionados com os rios, barragens e ciclo da água. Seguiu-se uma grande caminhada pelo Parque da Cidade do Porto, que nos abriu o apetite para a Francesinha - eleita a melhor refeição da semana. A tarde foi passada no SeaLife, onde, além de descobrirmos aquários com espécies bastante curiosas, assistimos à alimentação das raias e dos pinguins. A chuva deu-nos tréguas para podermos ir ao Festival Internacional de Tunas do ISCAP, no Coliseu do Porto. Ficamos impressionados com as “acrobacias” das bandeiras e pandeiretas, além da variedade de instrumentos que as tunas tocavam.
A quinta-feira de manhã foi reservada para as compras. Passamos pelo Mercado do Bolhão, mais precisamente na banca das gomas, e ao descer até aos Aliados íamos vendo as montras e entrando nas lojas mais interessantes. E, como não podia deixar de ser, voltamos às experiências gastronómicas e fomos até à Manteigaria, uma fábrica de pastéis de nata, experimentar os seus famosos pastéis de nata. Depois, seguimos até à Estação de São Bento onde pudemos ver com muita atenção todos os azulejos que estavam nas suas paredes e que contam um pouco da história do nosso país. Havia sempre muito movimento na estação de muitos passageiros a chegar e a partir de comboios muito interessantes. O almoço foi no McDonald’s, com direito a deliciosos hambúrgueres , batatas fritas e gelados. Descemos até ao Cais da Ribeira, para embarcar no nosso cruzeiro pelo Rio Douro, sem dúvida uma experiência relaxante e culturalmente muito rica. Ainda tivemos tempo de visitar a livraria mais bonita do mundo, a Livraria Lello. Foi muito interessante, vimos imensos livros, subimos e descemos a icónica escadaria, contemplamos com muita atenção o vitral enorme que se encontra no teto, viajamos pelo universo do Harry Potter, e ainda visitamos o espaço único dedicado a José Saramago.
Na sexta-feira para nos despedirmos da cidade passeamos pela praia, junto ao Castelo do Queijo, testamos todas as máquinas do mini ginásio ao ar livre e tiramos muitas fotografias para relembrar esta aventura.
De regresso a Castanheira de Pera, fomos recebidos de braços abertos pelo grupo do CACI, de quem já tínhamos imensas saudades.
Este projeto é cofinanciado pelo Programa de Financiamento a Projetos pelo INR, I.P.

 

Galeria de Fotos

 

 

 

A Cercicaper

A CERCICAPER surgiu em 1977.

Contacto

Morada: Variante do Troviscal - Dordio
3280-050 Castanheira de Pera
Telefone: 236 434 227  
Fax: 236 434 225 
E-mail: cercicaper@sapo.pt
Coordenadas GPS:
Latitude: 39.997087
Longitude: -8.211755

Venha Apoiar-nos

 

.

.

LR

Search